Home |  Pesquisa |  Sugestões




<<
<outubro de 2017>
>>
DSTQQSS
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930311234
567891011

História | Igrejas

Igreja do Hospital da Misericórdia (Séc. XVI) 
Hospital instituído como albergaria no ano de 1443. Em 1521 erigiu-se a Irmandade da Santa Casa da Misericórdia, por alvará régio de D. Manuel. A capela-mor tem abóbada estilo gótico-manuelino. O altar de talha dourada do barroco português de D. João V.

 

 

 

Igreja Matriz / Nossa Senhora da Anunciação (Séc. XVI) 
Substituiu a primitiva Igreja gótica da cerca. Edifício de linhas barrocas populares. De uma só nave de planta rectangular e tecto de volta redonda, tem um conjunto de retábulos de talha dourada, do estilo barroco.
Seis capelas laterais (três de cada lado), se rasgam nos alçados, enriquecidos por arcos de meio ponto de mármore.

 

 

 

Igreja de S. Sebastião - Convento de Santo António ( Séc. XVII) 
Da Ordem dos Capuchos, a sua construção deve-se ao conde de Redondo, D. João Coutinho.
A igreja está forrada de azulejos tipo rococó, com temas da vida do padroeiro.

 

 

 

Ermida de São Pedro 
Está situada no extremo norte – ocidental da vila em sitio elevado da antiga tapada de S. Pedro.
De fundação ignorada, mas já existente no ano de 1534 sofreu transformações em data incerta do séc. XVII.
A escadaria para melhorar o acesso foi construída em 1930.
De planta rectangular distribui-se em alçado de três tramos de arcadas falsas, por banda e tecto de meio canhão.
A capela-mor, com abobada de volta perfeita e arco mestre redento está completamente revestida de pinturas munais do período barroco, datadas de 1757.

 

 

 

Igreja de Nossa Senhora da Cabeça / Ermida de Nossa Senhora dos Anjos 
Construída em data imprevista do séc. XVII, está anichada entre casario pitoresco e de porta travessa, que se alcança por degraus de tijoleira, formando um pequeno atro decorado, no lado direito, por 4 arcadas abatidas e colunas de mármore.
Antigo cruzeiro de marmore subsiste junto da esquina exterior à ermida, onde se lê a inscrição de caracteres romanas.
O CRUX AVE SPES VNICA ARBOR DECORA.ET.FVLGIDA
A Ermida por dentro, dispõe-se em planta rectangular e tecto redondo, com vestígios de pinturas munais.
No nicho axial venera-se a imagem de Nª. Srª. da Cabeça, feita de roca, cujo culto remonta à época de oitecentos. 

 

 

 

Igreja Nossa Senhora da Saúde 
Igreja de Nª Sª da Saúde, funda por volta de 1658 e ampliada na centúria seguinte com o Recolhimento do seu título integrado na Ordem Descalça do Carmo. 

 

 

 

Igreja do Calvário / Ermida dos Passos de Nosso Senhor Jesus Cristo 
Edifício do séc. XVII, a ermida do Calvário mantém a traça primitiva, de fachada apilastrada, frontão triangular, sobressaído por aletas e volutas com enrolamento, extremadas de pináculos piramidais.
A nave e capela-mor dispõem-se em planta rectangular com abobada de meio ponto, lisos de adorno. Foi aumentada no séc. XIX, com o actual coro, de três arcadas redondas suportadas por robustas colunas de alvenaria estucada, conversando, no rodapé, silharia azulejar coloridas do tipo de maçaroca de milho.

 

 

 

Igreja de Nossa Senhora da Piedade 
Situada no Monte Branco a cerca de 7km de distância da sede de concelho, foi antiga dependência eclesiástica de S. Miguel do Adaval.
De fundação ignorada mas com características de alvenaria popular de meados do séc. XVII. Na segunda-feira a seguir à Páscoa é frequente por inúmeros visitantes que aproveitam o feriado municipal para ir comer o borrego para o campo.

 

 

 

Igreja de Santa Susana 
Arquitectura religiosa, ruralista, do ano eborense, de transição do séc. XVI para o XVII.
O interior dispõe-se em ampla nave de planta rectangular, pobre de adornos e tecto de volta plena, liso: o púlpito, arredondado, e de alvenaria e tapa-voz de madeira, oitavado, pintado sem ornados e o Espírito Santo.
Pendentes nos prospectos existem 3 tábuas de pintura portuguesa da 2.ª metade do séc. XVI.
O tecto, enobrecido no centro pela pintura em moldura octogonal, do Martírio de S. Susana.
Existem ainda trabalhos de arte clássica maneirista da 1ª metade do séc. XV.

 

 

 

Igreja do Freixo (Senhora da Assunção) 
Dedicada a N.º Senhora da Assunção e curado já existente no ano 1534.
Orientada para a banda do ocidente oferece o habitual carácter dos templetes rurais alentejanos de alvenaria, com toques de escaiolas nos cunhais empanada de robustas gigantes inclinadas e constituída pelo corpo da nave, com empena triangular, alpendre com terraço de três arcadas plenas, edificado em 1653.
O interior da nave, em planta rectangular, cobertura de meio canhão, enobrecida, nas alçadas por uma série de 8 painéis de pintura sobre tela de cerca de 1700.
O presbitério parece remontar ao reinado de D. João III, de planta quadrangular possui a abobada polinervada, gótica e decoração naturalista.
O conjunto está inteiramente revestido de composição fresquista da arte barroca seiscentista.

 

 

 

Igreja de S. Gens (Serra D'Ossa)  
O povoado fortificado de São Gens, onde, segundo a tradição renascentista, teria existido um templo de Vénus, ocupa o ponto mais elevado da serra d’Ossa; os vestígios das muralhas, actualmente dificilmente perceptíveis, teriam permitido ainda, nos anos quarenta (antes da eucaliptização massiva da serra d’Ossa), a execução de uma planta esquemática (Almeida, 1948: 255), cuja correcção nunca foi confirmada com escavações. No local, erguem-se ainda hoje as ruínas da capela de São Gens, ladeadas por uma “floresta” recente de antenas de telecomunicações. (Carta Arqueológica de Redondo – 439-B).

 

 

 

Igreja de Nossa Senhora de Monte Virgem 
Foi fundada em época imprecisa do séc. XV e transformada em curado no ano de 1569. Deste período é a construção subsistente excepto o alpendre dos romeiros e algumas hospedarias anexas edificadas posteriormente.
A capela-mor, aberta por arco mestre de volta perfeita, apilastrado e palnta quadrangular, tem cobertura de meia laranja assente em trompas lisas, seccionada por noludura octogonal. Tem um curioso retábulo de talha dourada e colunata coríntia, de estrias e do estilo tardo-renascença, assente em ambasamento de azulejaria monocroma floral do séc. XVII.

 

 

 

 
Visita virtual
Meteorologia
Galeria de Imagens